São Paulo/SP - Rua Funchal, 418 – 34º e 35º andar
Tel.: (11) 3521-7389 | 11 99380-4069 |11 98800-0638

10 dicas para criar filhos empreendedores

Você quer que o seu filho tenha uma postura empreendedora diante da vida e, quem sabe, futuramente venha a ser dono do próprio negócio? Então, confira 10 dicas importantes preparadas pelo empreendedor e autor do livro “Educando filhos para empreender”, João Kepler, para estimular as crianças desde cedo:

1 – Adote um estilo de vida empreendedor

Mostre para os seus filhos que você busca uma boa qualidade de vida, dividindo corretamente o tempo destinado ao trabalho e ao lazer. Organizar satisfatoriamente o dia faz parte do estilo de vida dos empreendedores.

2 – Valorize atitudes criativas

Jamais sufoque atitudes criativas dos filhos, por mais que às vezes possam ser confundidas com bagunça. A capacidade de inovar surge a partir da imaginação na primeira infância. Lembre-se: um empreendedor tem que ser criativo para resolver problemas, já os funcionários em geral têm sua criatividade reprimida, pois falta liberdade para irem além das obrigações.

3 – Seja responsável

Um empreendedor é responsável por si mesmo e por todos ao redor, por isso precisa ter cautela nas decisões. Dê o exemplo aos filhos, principalmente em questões relativas aos recursos financeiros – que quase sempre são limitados e imprevisíveis. O conselho é: busque sempre fazer mais com menos.

4 – Viva com paixão

Seus filhos precisam se apaixonar desde cedo! Calma, isso não significa estar em um relacionamento. Eles têm que identificar a paixão pela vida, por suas escolhas e pelos resultados das escolhas. Estimular que eles tenham um hobby pode ser um bom início.

5 – Proponha desafios

Os desafios são importantes para acostumar as crianças a superarem eventuais medos e limitações. Isso é fundamental para que eles se tornem adultos dispostos e confiantes, sem paralisarem diante de qualquer problema.

6 – Fale de dinheiro

O dinheiro, desde cedo, deve ser encarado como uma consequência e não como o objetivo principal. Um negócio bem-sucedido possibilita ao empreendedor alcançar números bem atraentes. Os filhos devem ter essa ideia bem assimilada, porém, com o seu propósito bem definido.

7 – Não finja haver garantias

Não dê mesada aos seus filhos, pois ela condiciona a achar que sempre haverá um dinheiro fixo garantido no fim do mês. Dê apenas o dinheiro do lanche, e estimule as crianças a negociarem com o pai e com a mãe a cada nova necessidade ou desejo. Os empregos formais, no serviço público e na iniciativa privada, estão cada vez mais escassos. É fundamental que eles saibam encontrar alternativas.

8 – Deixe um legado

Como você gostaria que os seus filhos se lembrassem de você? Dê motivos para que eles tenham orgulho de você, demonstre amor. Amor à família, amor à natureza, amor ao próximo, amor aos negócios. Mostre que algumas simples mudanças individuais beneficiam toda a comunidade que nos cerca.

9 – Valorize a independência, não o isolamento

Desde cedo os filhos precisam entender que ser independente é bem diferente de se isolar. Empreender é ter autonomia para decidir, porém, sempre levando em consideração que isso impactará outras pessoas, como clientes, fornecedores, parceiros, sócios, colaboradores e todos que dão vida a um negócio.

10 – Ajude a identificar os propósitos dos seus filhos

Entenda a fundo as motivações dos seus filhos, ou seja, o que os levam a traçar objetivos. Quais são as suas inspirações? O fato é que, sem um porquê suficientemente forte, de nada adianta traçar objetivos, pois nas primeiras barreiras eles irão desistir. Perceba, porém, que os propósitos podem ir mudando ao longo da trajetória, mas eles sempre devem nortear a busca pelos objetivos traçados.

Fonte: empreendedor.com.br

Conheça nossa soluções

Deixe um Comentário





um × três =