São Paulo/SP - Rua Funchal, 418 – 34º e 35º andar
EnglishPortugueseSpanish
      Tel.: (11) 3521-7389            

5 dicas essenciais para montar seu plano de ação

Montando seu plano de ação

Como dizem muitos gestores e líderes de negócios, planejamento sem ação é sonho.
Após realizar qualquer planejamento, seja ele pessoal ou profissional, é fundamental montar um plano de ação.

O plano de ação é basicamente as etapas reais do que você precisa fazer para chegar no objetivo final do seu planejamento.

Vamos começar pela definição de Plano de Ação.

O que é plano de ação?

Plano de ação é uma ferramenta que consiste em guias detalhadas com tarefas a serem seguidas pelos colaboradores, para atingir resultados esperados ou para gerir não conformidades.

No livro Indicadores de desempenho: dos objetivos à ação – Métodos para elaborar KPIs e obter resultados, Andresa Francischini e Paulino Francischini (2007) definem os planos de ação como:

“Atividades que devem ser realizadas para causar uma alteração nos indicadores de desempenho monitorados e seu Valor Atual se aproximar da Meta. Em outras palavras, os planos de ação devem ter uma relação clara de causa e efeito com o objetivo que a empresa pretende atingir, caso contrário todo o recurso gasto no plano de ação ficará inócuo”.

Nesse artigo separamos 5 dicas essenciais para montar seu plano de ação.

#1 – Defina seus objetivos de forma clara

Considere os objetivos principais da sua empresa ou projeto, que precisam ser claros e tangíveis. No plano é importante ter os objetivos escritos de forma clara e com os responsáveis por cada ação.
Sem essas informações bem distribuídas, provavelmente seu plano não será tão efetivo.

#2 – Tenha metas definidas e atingíveis

Sem metas não é possível medir e nem saber o que está dando certo. Defina metas bem elaboradas e pense, principalmente, se elas podem ser atingidas. Seja agressivo nas metas, mas mantenha o pé no chão para que isso não jogue contra o seu plano de ação.

#3 – Estabeleça prazos

As metas são fundamentais, mas os prazos são ainda mais importantes. Ter uma data limite onde cada ação deve ser tomada te dá uma previsão real de todos os passos do projeto. Pense que não adianta deixar a ação sem prazo de finalização, pois assim você fica com uma falsa sensação de que o plano está indo dentro do previsto, quando pode estar atrasado e/ou bem longe dos objetivos definidos no início do plano.

#4 – Delegue tarefas

A menos que o seu plano seja totalmente individual, é fundamental que você encontre e delegue os responsáveis por cada ação. Não adianta ter um prazo bem definido sem saber quem no final do dia será cobrado por determinada atividade.

No ambiente corporativo é muito comum que as reuniões se transformem em planos de ação sem responsáveis, onde as equipes sabem o que fazer, como fazer, mas acabam sempre deixando para o outro e as atividades se perdem no meio do plano.

#5 – Siga sempre monitorando as atividades

As etapas, atividades, responsáveis e todas as outras características precisam ser medidas. É importante analisar indicadores e outros fatores que podem interferir no andamento do plano de ação. Se você não analisar constantemente cada etapa, pode acabar prejudicando o projeto no geral.

As 5 dicas expostas nesse artigo com certeza são fundamentais para você montar seu plano de ação, mas é importante ter em mente que o processo é delicado e deve ser praticado de forma coesa e com todo o acompanhamento da equipe.

Caso sua realidade se encaixe em um projeto mais executivo, é indicado que você tenha uma consultoria especializada para otimizar os processos, ligar as equipes e gerenciar cada fase do plano. Clique aqui e entenda como o Great Group tem apoiado as empresas a conseguirem mais resultados com ações que envolvem planos de ação.

Entre em contato pelo Whatsapp
Enviar